35 anos_site

Menu
RSS

AVENIDA LUDOVICO DA RIVA: Carro atropela família inteira e motorista foge em AF Destaque

AVENIDA LUDOVICO DA RIVA: Carro atropela família inteira e motorista foge em AF Foto: Reprodução TV Nativa


Criança de cinco anos ficou com ferimentos por todo corpo

Por Arão Leite
Alta Floresta/MT – Um homem com escoriações e confuso, sem poder fazer nada devido a forte pancada do acidente. O filho em estado de choque, a filha no chão gritando com ferimentos pelo corpo, a mulher com a cabeça e pernas feridas. Assim ficou uma família no município de Alta Floresta, que foi atropelada por um carro no domingo à noite no centro da cidade. O veículo do atropelamento seria um gol branco, mas o motorista não parou e é procurado pela Polícia.
Tudo aconteceu na Avenida Ludovico da Riva Neto. “Estávamos caminhando eu, minha esposa, meu filho e a minha filhinha com a bicicletinha. Estávamos na calçada e íamos atravessar, mas como vi que vinha o carro ficamos esperando ele passar. Mas de repente ele saiu de um lado da pista para o outro, para cima de nós”, conta Márcio Panoff, de 37 anos.
De acordo com o que conta Marcio, o carro bateu em cheio nele, na criança com a bicicleta e na esposa que bateu a cabeça no chão e que caiu embaixo do veículo. “Minha filha caiu, ficou gritando, minha mulher ferida e meu filho em choque”, lembra o pai revoltado com a situação. “Sei que era um gol branco, não consegui ver muitos detalhes, devido vista foi escurecendo, mas queria ter ficado bom na hora. Ele não ia fugir sem prestar socorro”, comenta Marcio.
Testemunhas que passavam pelo local no momento do acidente prestaram socorro às vítimas. “Teve um policial que até pensou em ir atrás do cara e pegar a placa pelo menos, mas como minha filha estava gritando e muito ferida, preferiu nos levar para o Hospital. Mas outras pessoas que vinham atrás disseram que ele (motorista do gol branco) já vinha de longe fazendo zig zag, que estaria bêbado”, declarou o pai.
O caso investigado pela Polícia Militar, é apurado pela Polícia Civil. A família ainda recebeu alta no domingo, mas a menina principalmente e a mãe ainda sentem os ferimentos e dores do atropelamento na pele, enquanto Márcio se mostra indignado com a situação. “Ele (motorista) será encontrado e responsabilizado pelo que fez”, finalizou.

voltar ao topo
  • faleconosco
    (66) 3521-3830
  • O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.
  • Rua Ivandelina Rosa Nazário, s/n, Setor Industrial, Alta Floresta/MT - 78580-000.
Jcidade.com.br© 2007-2013. Todos os direitos reservados. dablio