35 anos_site

Menu
RSS

MUITO LIXO: Encerrada a 8ª edição do Mutirão de Limpeza do Rio Teles Pires


‘Dia D’ contou com apoio de dezenas de voluntários e órgãos ambientais

Por Arão Leite
Alta Floresta/MT – Em mais um ano de mutirão foram recolhidas toneladas de lixo das margens, leito e ilhas do Rio Teles Pires. Esse foi o resultado da 8ª edição do evento que se tornou tradição todos os anos após temporada de pesca, mas que causa também preocupação.
O recolhimento de lixo em 2018 iniciou após a segunda quinzena de novembro. Foram quase 30 dias de trabalhos feitos voluntariamente por equipes coordenadas pelo ribeirinho ‘João Bisteka’. No total, mais de 150 quilômetros percorridos pelo Rio teles Pires, com base no Porto de Areia até a ponte na Rodovia MT-320 no município de Carlinda e do Porto de Areia até o Cajueiro, em Paranaíta. “Tem reduzido bastante até o lixo. Mas ainda falta muita conscientização das pessoas”, comentou Tuti, vereador e integrante da comissão Amigos do Teles Pires.
O idealizador do projeto acredita que, embora de forma lenta, a situação ainda vai mudar. “Devagar, mas vai melhorando sim, tá diminuindo já”, resumiu o ribeirinho que tem uma casa flutuante onde atende turistas no Rio Teles Pires.
Corpo de Bombeiros deu suporte também no Dia D, monitorando o local para maior segurança e os militares ainda apoiaram no recolhimento final do lixo que encheu vários caminhões de fogões velhos, geladeiras, churrasqueiras, pias, televisores, freezeres, latas, sacos, sacolas, garrafas, litros e muitos outros objetos deixados no Teles Pires. “A gente nota muita falta de consciência. Isso aqui é nosso. Todos nós temos que cuidar”, advertiu Tuti.
Sema, Unemat e Secretaria de Meio Ambiente também atuaram no Dia D com equipes recolhendo lixo. Todos os órgãos mostrando a importância da ação entre amigos e também a preocupação ao ver tanto lixo.

Leia mais ...

LUTO: Morre o ex-prefeito de Paranaíta, Yukio Miyazima


Médico e pioneiro no município, Dr. Yukio administrou Paranaíta em duas gestões

Por Arão Leite
Alta Floresta/MT – O município de Paranaíta está de luto. Dr. Yukio Miyazima, o médico fundador do hospital São Vicente e gestor que administrou a cidade por dois mandados (93/96 e 2001/2004) morreu na noite de domingo para segunda-feira. Aos 76 anos, o ex-prefeito já apresentava há algum tempo problemas de saúde. Chegou segundo informações a passar por um procedimento cirúrgico, mas o quadro clínico era cada dia mais debilitado e para a surpresa da população paranaitense, na manhã desta segunda-feira, 10 de dezembro, foi anunciada sua morte.
Casado e pai de quatro filhos, Dr. Yukio morreu em casa. Descendente de japoneses, o médico que deixou o estado de São Paulo no final dos anos 70 para investir no extremo norte de Mato Grosso, era uma das pessoas mais renomadas na região e respeitada tanto na área médica como empresarial, familiar e política.
No final do mês de agosto a família Miyazima já tinha perdido o também médico e ex-prefeito Pedro Miyazima, vítima de câncer. Paranaíta que naquela ocasião ficou chocada com a perda, agora volta a ficar de luto pelo falecimento de mais um ex-prefeito, o terceiro em pouco tempo (Pedro Porta Aberta morreu em 27 de abril de 2014).
Luto oficial
O prefeito Tony Rufato assinou documento decretando luto oficial por três dias e ainda ponto facultativo nesta terça-feira, 11 de dezembro. O atual administrador ainda emitiu Nota de Pesar à família Miyazima pela morte do médico e ex-prefeito que era natural do estado de São Paulo.

Leia mais ...

PESCA PROIBIDA: Sema faz flagrante de pesca na Piracema e intensifica fiscalização


Chefe Vinícius Rezek diz que ações estão acontecendo em toda região

Por Arão Leite
Alta Floresta/MT – Uma operação conjunta com a Polícia Civil levou a Secretaria Estadual de Meio Ambiente, regional de Alta Floresta a fazer um flagrante de pesca predatório no município de Paranaíta. O chefe da unidade declarou que uma pessoa foi detida e deverá responder por crime ambiental já que estava com vários exemplares da espécie cachara e Matrinchã em um acampamento no Rio Paranaíta, região do Assentamento São Pedro.
Dr. Vinícius Rezek informou ainda que o flagrante foi feito depois de a Sema e Polícia Civil receberem denúncia de que dois pescadores da região de Alta Floresta estariam pescando no município de Paranaíta, numa região próxima de uma pousada. “Ele estava pescando de forma irregular e no período proibido que é a Piracema”, simplificou Rezek Anunciando novas operações.
“Estaremos sempre intensificando as fiscalizações e contamos com apoio da população no sentido de denunciar, pois é um período de defeso, não se pode pescar, exceto a população ribeirinha e ainda seguindo algumas restrições sobre quantidade, somente para subsistência mesmo”, esclareceu.
Embora a denúncia de que duas pessoas estavam pescando, a Polícia Civil e Sema encontraram apenas um suspeito. Com ele foram apreendidos vários petrechos e todo o pescado.

Leia mais ...
Assinar este feed RSS
  • faleconosco
    (66) 3521-3830
  • O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.
  • Rua Ivandelina Rosa Nazário, s/n, Setor Industrial, Alta Floresta/MT - 78580-000.