35 anos_site

Menu
RSS

PROJETO DE LEI 021/2018: Venda e consumo de Narguilé em Alta Floresta poderão ser proibidos a menores

PROJETO DE LEI 021/2018: Venda e consumo de Narguilé em Alta Floresta poderão ser proibidos a menores Foto: Assessoria

Câmara de Vereadores acaba de aprovar um projeto e aguarda proposta virar Lei

Por Arão Leite
Alta Floresta/MT – Produto que virou febre entre milhares de jovens em todo o país e mundo, o narguilé - é uma espécie de cachimbo de água de origem oriental, utilizado para fumar tabaco aromatizado – também é muito consumido e comercializado no município de Alta Floresta. Em pouco tempo muitos estabelecimentos comerciais, principalmente lanchonetes foram abertas com foco de atrair consumidores do tabaco que é considerado uma droga, mas lícita. Mas a liberação da venda e consumo do produto na cidade polo do extremo norte do estado de Mato Grosso poderão se tornar limitados ou mesmo proibidos, pelo menos para menores de idade.
O projeto de Lei de número 021/2018, de autoria do presidente do legislativo de Alta Floresta, Emerson Sais Machado (MDB) deixa bem explícito em sua súmula a “proibição do consumo em locais públicos e venda do cachimbo conhecido como Narguilé, ao menores de 18 anos”. A proposta que estava tramitando há algum tempo na Casa de Leis foi discutida inclusive com a Secretaria de Saúde que fez um alerta sobre crescimento de jovens com problemas de saúde devido à substâncias no referido produto.
Cinco emendas foram apresentadas pelo vereador Mequiel Zacarias e aprovadas pelos 13 vereadores do Parlamento Municipal, ainda limitando o uso ou restringindo em locais de grandes concentrações. Para os vereadores, embora seja um produto permitido, o Narguilé é prejudicial até mesmo mais que o cigarro e que, além dos consumidores ativos, tem os riscos aos passivos, atingidos pela fumaça em locais públicos ou privados onde há muitos usuários.
A Câmara aprovou as cinco emendas e o projeto. Nenhum vereador se mostrou contra. Pelo contrário, a maioria fez questão de falar da preocupação aos males provocados pelas substâncias inaladas. “Sei que muita gente vai me questionar, mas especialmente esses jovens no futuro com certeza irão agradecer, pois esse projeto que apresentamos e todos os nobres companheiros aprovaram é pensando no bem da saúde da população”, resumiu Machado.
“O Narguilé hoje pode ser uma sensação gostosa para a maioria dos usuários, mas com certeza é o caminho do desejo para outras drogas ainda mais pesadas. Esse projeto da Câmara temos que parabenizar e vai beneficiar Alta Floresta”, declarou o vereador Mendonça, do PSC. “O Narguilé tem quase mil substâncias que prejudicam a saúde. O problema maior não é só a fumaça. Deixa lesão para sempre”, completou o vereador e médico Charles Miranda.

voltar ao topo
  • faleconosco
    (66) 3521-3830
  • O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.
  • Rua Ivandelina Rosa Nazário, s/n, Setor Industrial, Alta Floresta/MT - 78580-000.