35 anos_site

Menu
RSS

PAGAMENTO ATRASADO: Servidores da saúde ameaçam paralisação geral em AF Destaque

PAGAMENTO ATRASADO: Servidores da saúde ameaçam paralisação geral em AF Foto: Elma Rocha

 

Os funcionários da pasta realizaram dois dias de manifesto

 

Por Arão Leite
Alta Floresta/MT – Os funcionários públicos de Alta Floresta, lotados na Secretaria Municipal de Saúde ameaçaram deflagrarem greve geral a partir de 14 de fevereiro. A decisão em Assembleia é devido aos recorrentes atrasos de pagamentos da pasta. Esta semana foram realizados dois dias de manifesto. No primeiro mais de cem servidores, com cartazes e camisetas escrita Luto Alta Floresta, ocuparam a recepção do Paço Municipal.
Na ocasião, os manifestantes explicavam suas ações e já anunciavam que poderão fazer uma greve geral, parando atendimentos em todos os postos de saúde, Secretaria e demais repartições que tenham funcionários do setor. A razão é o atraso salarial e agora outras reivindicações como insalubridade e melhores condições de trabalho, além de maior valorização profissional. Além de agentes de saúde e servidores dos setores administrativos da pasta, auxiliares de enfermagens, técnicos, enfermeiros, médicos e dentistas participaram do ato na prefeitura municipal de Alta Floresta.
Nesta sexta-feira, 9 de fevereiro o movimento aconteceu pelo segundo dia consecutivo, mas nas imediações da Secretaria Municipal de Saúde. Presidente do Sindicato dos Servidores Públicos Municipais, Rogério Francisco fez questão de explicar que nos dois dias de manifesto, estavam respaldados por Lei. “Trabalhamos até as 9 horas da manhã, viemos para o manifesto e ficamos até as 11 horas da manhã. A Lei nos garante esse direito”, argumentou o sindicalista.
Ainda na quinta-feira, as informações davam conta que o salário dos servidores da saúde poderia ser quitado até esta sexta-feira, 9 de fevereiro. Temendo que esse compromisso assim como de agosto de 2017 não fosse cumprido à risca, os servidores já davam como certa a paralisação geral na próxima semana. “A decisão é a partir de 14 de fevereiro, se os atrasos permanecerem, vamos paralisar, entrar em greve, atendendo apenas conforme diz a Lei, com 30 por cento do efetivo”, explicou Rogério Francisco.
Na manhã desta sexta-feira um assessor da administração de Alta Floresta já assegurava que os pagamentos não apenas da pasta da saúde, mas de todos os servidores estariam em conta a partir da sexta-feira à tarde ou no final de semana.

voltar ao topo
  • faleconosco
    (66) 3521-3830
  • O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.
  • Rua Ivandelina Rosa Nazário, s/n, Setor Industrial, Alta Floresta/MT - 78580-000.
Jcidade.com.br© 2007-2013. Todos os direitos reservados. dablio