dfasg

Menu
RSS

Uma Janela Para: A Vida Vivamos sem guerra

 

Temos aprendido que a Paz é o Altar de Deus, e compreendemos bem que a busca da paz é algo tão importante. E ao compreender que o Senhor da Vida é Infinitamente Sábio, Infinitamente Rico e sumamente Generoso, já nos concedeu por herança todas as preciosas bem-aventuranças contidas em Seu Reino. Essas maravilhas se encontram no Reino de Deus que habita o nosso Interior. Verificamos então, que há um motivo muito forte para sermos buscadores da PAZ. Deus já fez a parte dEle, e encontra-se sempre disponível para todos os queridos filhos que Ele tanto ama com o maior Amor. Porém, é forçoso reconhecer que nós somos mestres em se meter em encrenca. Porque em vez de cativar a PAZ, Fazemos guerra. Somos hostis e estamos sempre agredindo muito. Agredindo os outros  e também agredindo a nós próprios com grande freqüência. Nos irritamos à toa, e agredimos por quase nada. Sentimos raiva e partimos para a agressão. Essa conduta corriqueira é sempre danosa para a nossa saúde física, mental e espiritual...Porque ao irritarmos pelo fato de sentir raiva, fazemos o nosso organismo produzir o hormônio da adrenalina. O homem primitivo empregava a adrenalina para fugir dos perigos dos predadores, ou para enfrentar esses inimigos. Hoje, o homem dito “civilizado”, quando já não pode agredir, fica com o excesso de adrenalina armazenado em seu próprio  corpo. Fica com munição estocada para guerra. E os efeitos tóxicos resultante disso, irão provocar congestão, na medida em que se acumulam sobre um determinado órgão, e em outros casos causa também disfunções orgânicas. E não precisa nem dizer, que fica nervoso, tenso e irritado. O suficiente para inviabilizar a Paz. Compreendendo mais uma vez que a Paz é o Altar de Deus, ficamos fora do Altar, sem poder desfrutar da harmonia existente quando estamos em comunhão com o Altíssimo. Despertemos para essa realidade e busquemos reconciliação e perdão. Nada de agressão ! Nem em pensamento. Desmontemos o arsenal da hostilidade. Sejamos pacíficos e misericordiosos, e seremos felizes ajudando na construção de um mundo mais feliz.
Paz Profunda !
Natalício Serpa Pinto

Leia mais ...

Hospital de Câncer de MT realiza primeiro leilão inteiramente online

 

Adriele Rodrigues
Assessoria
No dia 13 de dezembro, será realizado o 9º Leilão pela Vida - O lance é Salvar vidas em prol ao Hospital de Câncer de Mato Grosso (HCanMT). O evento será realizado inteiramente online, a partir das 20 horas, pelo canal Terra Viva através do site www.tvterraviva.band.uol.com.br. Serão ofertados animais.
Além de doar, acompanhar e dar lances em tempo real pelo canal Terra Viva, os interessados podem entrar em contato pelo telefone (66) 3468-6600. O evento tem o objetivo de arrecadar recursos para a manutenção do Hospital de Câncer de Mato Grosso, que realizou neste ano mais de 85 mil atendimentos no Hospital e mais de 36 mil com as Campanhas de Prevenção no interior.
O leilão é uma parceria com Grupo Estância Bahia, Canal Terra Viva e Hospital de Câncer de MT. Participe, dê lances e salve vidas.  Cada lance dado representa a realização de um sonho. Mais informações (65) 3648-7540.

Leia mais ...

Liminar antecipada coibiu garimpeiros de bloquear acesso da Usina São Manoel

 

Eliza Gund
Após manifestação pacífica realizada na última quarta-feira (06) nas águas do Rio Teles Pires, por parte dos garimpeiros da Cooperalfa (Cooperativa de Pequenos Mineradores de Ouro e Pedras Preciosas de Alta Floresta), não obtendo resposta do empreendimento, o grupo decidiu trancar a rodovia MT-206, impedindo a passagem de veículos da empresa.
O bloqueio foi iniciado pouco após as 14h de ontem (10), com faixas de protesto apontando um dos motivos da manifestação. A passagem de veículos da UHE São Manoel foi impedida na balsa do Cajueiro, única via de acesso ao canteiro de obras. Veículos de passeio, e outros, que não sejam da empresa reivindicada, estão passando.
Além da reclamação de não serem ouvidos, os garimpeiros têm em sua pauta de reclamações, a principal delas, o nível da água, que subiu muito inviabilizando o mergulho. Conforme as responsabilidades do empreendimento, apontadas em reuniões, todos que fossem de alguma forma prejudicados com a obra deveriam ser indenizados, no entanto, a atividade garimpeira não é reconhecida pelo Relatório de Impacto Ambiental (RIMA), e desta forma os garimpeiros não conseguem ser ressarcidos de seus prejuízos.
“Nós estamos aqui reclamando o que é nosso, o nosso direito de trabalhar. Sem falar que a São Manoel está cometendo vários crimes ambientais contra a flora e a fauna, descumprindo a lei, quando não desmataram as ilhas, deixando as árvores morrerem dentro da água, como as imagens mostram”, apontou Darcy Winter reclamando a falta de diálogo, “Fizemos a manifestação pacífica nas proximidades da barragem, e não fomos ouvidos, nada foi feito, hoje tomamos a atitude de bloquear o acesso deles, para tentar ser ouvido”.
O movimento foi interceptado por representantes da UHE São Manoel, que portavam uma liminar expedida pela justiça, e assinada pela juíza Janaina Rebucci Dezanetti no dia 07 de dezembro, prevendo multa diária de R$ 15 mil, caso o grupo descumprisse a medida. O grupo permaneceu com o protesto até a noite.

Leia mais ...
Assinar este feed RSS
  • faleconosco
    (66) 3521-3830
  • O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.
  • Rua Ivandelina Rosa Nazário, s/n, Setor Industrial, Alta Floresta/MT - 78580-000.
Jcidade.com.br© 2007-2013. Todos os direitos reservados. dablio