35 anos_site

Menu
RSS

IMPOSTO NO AGRO: Selma rebate Jayme e afirma que nenhum setor econômico aguenta mais taxação

Vinícius Bruno
RD News
Diferente do que apregoa seu colega eleito para o Senado Jayme Campos (DEM) – que defende a taxação do agronegócio como uma maneira de tirar Mato Grosso do deficit orçamentário –, a juíza Selma Arruda (PSL) se diz contrária a essa hipótese, por considerar que o setor é o mais importante para a economia do Estado e do país e por defender que existe um esgotamento coletivo quanto ao pagamento de altas cargas tributárias.
Em um aspecto, a juíza aposentada concorda com o democrata, que é não se intitular representante exclusiva de um único segmento da sociedade. “Eu serei senadora de todos os mato-grossenses, e não apenas de um setor”.
A perspectiva de que Selma, apesar de ter atuado no Judiciário ser legítima representante do agronegócio, parte dos próprios líderes do setor, como o presidente da Famato Normando Corral e o presidente da Aprosoja-MT Antônio Galvan, que apontam a senadora como representante do setor por defender ideias em comum com os produtores rurais. Selma especifica que o Estado precisa reduzir o tamanho da máquina pública ao invés de alimentar o que a juíza chama de cultura de taxação. “Precisamos de privatizações, reduzir os impostos. Ninguém aguenta mais tanta taxação. E não é apenas o agronegócio que reclama disso. A indústria e o comércio também não querem mais tantos impostos”.
A senadora eleita defendendo pautas positivas em favor do agronegócio chega a ser irônico, não pela defesa exercida, mas sim, porque se esperava essa atitude de Jayme, que apesar de político de carreira, é pecuarista, condição que indicaria uma tendência natural para defender as pautas do setor.
Eleita com 678.542 mil votos, Selma agora se dedica a campanha pela eleição do presidenciável Jair Bolsonaro (PSL). “Tenho visitado alguns municípios, vou contemplar algumas carreatas, mas tenho concentrado minha participação neste segundo turno em Cuiabá, onde está o maior colégio eleitoral. Gostaria muito de estar em todos os municípios, já que o Estado inteiro está se mobilizando”.

Leia mais ...

Alta Floresta “AMAMOS ANIMAIS” organiza 1ª Campanha de Conscientização contra o crime de abandono e maus tratos de animais domésticos

Notícia Exata
Diante das inúmeras práticas de maus-tratos bem como o abandono de animais domésticos em diversos pontos da cidade, o Grupo Voluntário “Amamos Animais” está organizando a 1ª Campanha de Conscientização contra o Crime de Maus-tratos e Abandono de Animais Domésticos na Cidade de Alta Floresta.
O evento será realizado no domingo (21), na parte da manhã, quando serão distribuídas por 20 bairros da cidade 10.000 cartilhas com conteúdo orientativo. A cartilha, elaborada pelos voluntários do Grupo “Amamos Animais”, possui 12 páginas de conteúdo.
Este trabalho de conscientização se faz necessário devido a muitas pessoas não possuírem o entendimento correto acerca dos atos cruéis e inaceitáveis que cometem ao maltratar e abandonar animais domésticos.
A cartilha ainda alerta para o crime cometido, conforme dispõe o art. 32 da Lei nº 9.605 – Lei de Crimes Ambientais, que traz uma pena de detenção de 03 meses a 01 ano, e multa, a quem “praticar ato de abuso, maus-tratos, ferir ou mutilar animais silvestres, domésticos ou domesticados, nativos ou exóticos”. Conforme relatos do grupo, é enorme de animais como cães e gatos que são encontrados abandonados em todos os lugares públicos da cidade, em todos os bairros. Deste modo, o grupo “Amamos Animais” solicita a colaboração e compreensão da população altaflorestense no desempenho deste importante trabalho de conscientização e, ao receber a cartilha, que faça a leitura mesma, repassando e orientando a leitura do material aos demais membros da família.
O grupo alerta os moradores aos seguintes fatores:
1) Não compre animais! Não financie o comércio de animais! Adote! Muitas fêmeas são colocadas para pegar crias uma atrás da outra, com o intuito de lucro.
2) Diga não à animais acorrentados! Se você não possui um quintal cercado ou murado, não tenha animal doméstico.
3) Diga não ao crime de abandono. Denuncie!
4) Castre seu animal. Isto evita crias indesejáveis e abandono.
5) Sinto sede, fome, frio, calor, medo, tristeza, etc, assim como você humano. Posso até ter depressão devido ao tratamento que me dão. Isto é cientificamente comprovado.
O grupo também agradece as Escola Estadual Vitória Furlani da Riva e Escola Estadual Jaime Veríssimo de Campos Júnior pelo envolvimento na campanha.

Leia mais ...

Festa do Dia das Crianças já tornou tradição pela Prefeitura Municipal de Apiacás

Assessoria de imprensa
Driely Melo
O Dia das Crianças em Apiacás é marcado todos os anos por uma linda festa, que é promovida pela Prefeitura Municipal por meio da Secretaria de Assistência Social. A criançada se diverte em vários brinquedos infláveis, além de muito picolé, pipoca, algodão doce e balas. Esse evento já se tornou uma tradição na administração do prefeito Adalto Zago e da secretária de assistência social Solange Zago.
De acordo com o prefeito, Sr. Adalto Zago, ver a alegria no rosto das nossas crianças não tem preço. “ Cada ano que passa tentamos fazer com que a festa das crianças seja cada vez melhor, pois sabemos o quanto é gratificante ver uma criança feliz, e nós sabemos que essas crianças serão o futuro do nosso município. Quero aqui em nome da secretária Solange Zago parabenizar cada um de sua equipe, pois sabemos que sem o trabalho deles não conseguiríamos realizar essa linda festa, que Deus abençoe cada servidor da secretaria de assistência social e também as nossas crianças”. Diz o prefeito.

Leia mais ...
Assinar este feed RSS
  • faleconosco
    (66) 3521-3830
  • O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.
  • Rua Ivandelina Rosa Nazário, s/n, Setor Industrial, Alta Floresta/MT - 78580-000.
Jcidade.com.br© 2007-2013. Todos os direitos reservados. dablio